Cade autoriza venda de data centers da Oi ao Grupo Piemonte


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) publicou hoje, 10, a aprovação da venda dos data centers da Oi ao fundo Titan Venture Capital e Investimentos. O fundo é braço do Grupo Piemonte, que atua no Brasil e nos Estados Unidos.

O negócio resultou na transferência de cinco unidades de data center que eram da Oi, operadora que passa por recuperação judicial, para o Grupo Piemonte. As unidades estão em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília (onde há duas). O valor da transação foi de R$ 325 milhões. O leilão judicial aconteceu em 26 de novembro.

PUBLICIDADE

A Piemonte já trabalha no segmento. É dono da Elea Digital, braço de investimento em data center que tem aporte realizado na GBT, data center localizado em Brasília dedicado a serviços financeiros. A GBT tem a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil como clientes.

Conforme a análise do Cade, a aquisição permitirá ao Piemonte mais do que dobrar sua participação de mercado no Brasil. Passará de uma área de colocation de 5,2 mil m2 para 12,34 mil. Ainda assim, terá menos de 10% de participação no mercado total.

Diante disso, a Superintendência-Geral do Cade conclui que a venda dos data center da Oi ao Piemonte não traz prejuízos à competição. Com isso, sugere a aprovação em rito sumário da transação, sem qualquer restrição. O relatório está aqui.

Anterior Presidente da Anatel diz que fazer leilão 5G no 1º semestre é desafiador, mas factível
Próximos Decreto prioriza segurança nacional nas redes de telecom e demais infraestruturas críticas