Cade aprova joint-venture da Siemens e Accenture por mercado de smart grid


 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a formação de uma joint-venture entre a Siemens e a Accenture para atuarem conjuntamente no desenvolvimento de produtos para smart grid (redes elétricas inteligentes). A nova empresa será efetivamente uma startup, que reunirá capital e pessoal das duas companhias e receberá licenças não exclusiva para utilizar propriedades intelectuais relevantes.

De acordo com a proposta, a Siemens e a Accenture não transferirão contratos com clientes ou negócios em andamento para a nova empresa. Elas se limitarão a combinar as capacidades de TO (Tecnologia Operacional) e de TI (Tecnologia de Informação) para criação de produtos de digitalização das redes elétricas. “Isso exige uma combinação de conhecimentos específicos que nem a Accenture nem a Siemens podem fornecer isoladamente: a Siemens fornece os produtos relevantes, software (para medidores inteligentes e automação) e conhecimentos específicos de engenharia na área de TO; e a Accenture fornece conhecimento específico de TI/integração de sistemas”, sustentam as empresas na proposta.

O Cade não encontrou empecilhos à competição na criação da startup, que é chamada de JV e tem sede na Alemanha. A aprovação do ato de concentração foi publicada na edição desta quarta-feira (15) do Diário Oficial da União.

PUBLICIDADE
Anterior Franquia ilimitada, ou o fim da franquia na telefonia fixa?
Próximos Amdocs será parceira da AT&T para carro conectado