Cade aprova associação da B3 e Totvs em empresa de software


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição pela B3 de 37,5% do capital social total e votante da TFS Soluções em Software, subsidiária do Grupo Totvs. Para a empresa provedora de infraestrutura para os mercados financeiro e de capitais, a operação é uma oportunidade de fortalecer o relacionamento da B3 com o segmento de custodiantes. Enquanto para Totvs a venda representa a ampliação da capacidade de investimentos em soluções inovadoras da TFS por meio da união de esforços com um parceiro estratégico que possui expertise no mercado financeiro. 

Segundo a Superintendência-Geral do Cade, apesar de resultar em integração vertical, a operação não ocasionaria possibilidade de fechamento de mercado, sendo incapaz de resultar em preocupações concorrenciais.  A integração se verifica entre os mercados de custódia e de softwares ERM, mas é irrisória devido, sobretudo, à participação do Banco B3 no mercado de custódia ser de apenas 0,08%. 

PUBLICIDADE

 De acordo com a análise da SG, a baixa relevância do Banco B3 em um dos mercados verticalmente relacionados é suficiente para afastar riscos de eventuais fechamentos de mercado à montante ou à jusante, além disso, o controle da empresa permaneceria com a Totvs.  Por essa razão, opinou pela aprovação da operação sem restrições e em rito sumário, isto é, sem necessidade de análise no tribunal do órgão antitruste. 

Anterior ISPs se unem para conectar todas as escolas públicas do Brasil até 2025
Próximos Itaú vê risco de racionamento de energia ainda este ano