BrPhotonics ganha seu primeiro contrato


Crédito: Shutterstock/Vichy Deal
Crédito: Shutterstock/Vichy Deal

A encomenda, por uma multinacional de equipamentos e sistemas de comunicações, de desenvolvimento de um dispositivo para comunicações ópticas pela BrPhotonics, joint venture entre o CPqD (51%) e a norte-americana GigOptix (49%), foi comemorada na última sexta-feira (21) pelos diretores e técnicos do centro de pesquisa. Afinal, trata-se do primeiro contrato que está sendo firmado pelo mais jovem spin off do CPqD – uma empresa criada para desenvolver e comercializar componentes fotônicos para sistema de comunicação óptica com velocidade acima de 100 Gbps.

No dia 14 de abril vai ser realizada, em Campinas (SP), a reunião do Conselho Diretor da BrPhotonics, que conta com dois diretores indicados pelo CPqD (Carlos Eduardo Sala e Alberto Paradise) e dois representantes da GigOptix, entre eles Avi Katz, presidente. Nela, os conselheiros deverão aprovar o nome do CEO da BrPhotonics – o engenheiro Julio Oliveira, que também é gerente de sistemas de comunicação óptica do CPqD.

Por enquanto, a BrPhotonis funciona dentro do CPqD, no pavilhão 12, que também abriga a gerência de sistemas ópticos. Quando ela começar a ganhar musculatura, como muitos contratos e linha de produção, vai ter que se tornar independente. “Este será um bom problema, pois indicará que o projeto da empresa se consolidou”, comenta Hélio Graciosa, presidente do centro de pesquisas, que não esconde o orgulho pela nova empresa da família CpqD.

PUBLICIDADE

 

Anterior Tim Berners-Lee divulga apoio ao Marco Civil da Internet
Próximos Replanejamento de canais digitais está pronto