PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Balanço

Brisanet fecha o 2º trimestre com prejuízo

Brisanet adicionou 68 mil clientes no segundo trimestre e chegou a 997 mil assinantes, mas não conseguiu evitar o prejuízo resultante de perdas cambiais e aumento de outras despesas financeiras.

Letreiro da Brisanet

A Brisanet divulgou nesta sexta-feira, 12, o resultado do segundo trimestre, período no qual teve prejuízo de R$ 1,3 milhão. Um ano antes, a operadora nordestina apresentou lucro de R$ 14,5 milhões.

O resultado reflete aumento das despesas financeiras, que dobraram desde o primeiro trimestre de 2021 em função de empréstimos tomados, debêntures emitidas associadas à elevação da taxa de juros no Brasil desde novembro passado.

Também pesou a depreciação do real frente o dólar, de 10,6%, no trimestre. O impacto líquido da depreciação do real foi de R$12 milhões de abril a junho. Para lidar o com o problema, a empresa vem reduzindo as compras em dólar de fornecedores e tomada de empréstimos no exterior.

As receitas da companhia cresceram no período, mas não o necessário para compensar a alta das despesas financeiras. A Brisanet registrou receita líquida de R$ 236,6 milhões no trimestre, aumento de 39% na comparação ano a ano.

Esse aumento é fruto da expansão geográfica orgânica da Companhia que, no 2T22, entrou em 10 novas cidades – totalizando 49 nos últimos 12 meses – e adicionou à sua base 68 mil clientes de forma orgânica.

O lucro operacional saltou de R$ 6,5 milhões um ano atrás para R$ 31,7 milhões agora. O EBITDA mais que dobrou, passando de R$ 44,4 milhões para R$ 96,6 milhões no segundo trimestre deste ano.

A dívida líquida da Brisanet encolheu 7% nos últimos 12 meses, para R$ 717,9 milhões.

A companhia encerrou junho com 997 mil clientes. Somente em julho de 2022, cerca de 20 mil novos assinantes foram adicionados.

A Brisanet continua avançando nas capitais e regiões metropolitanas, com market share em fibra entre 55% e 65% em Natal, Maceió e João Pessoa, e acima de 18% em Fortaleza. Em Teresina e Aracajú, onde a Companhia entrou no segundo semestre de 2021, o market share já está acima de 10% (números de Jun-22). A expectativa é começar a operar em Salvador até o final de 2022, restando apenas São Luiz (MA) dentre as capitais do Nordeste para o ano de 2023.

Por meio da sua rede de franquias Agility Telecom, a Brisanet fornece serviço a mais 212 mil clientes em 5 estados do Nordeste – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. A Agility conta com 95 franqueados e a sua receita no primeiro semestre de 2022 foi de R$ 13,8 milhões.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS