Brasília vai mesmo ficar sem TV analógica a partir de 17 de novembro


tv a cabo 1
As emissoras de TV de Brasília vão mesmo desligar seus sinais analógicos amanhã, dia 17. Este será o verdadeiro teste para a política de TV digital do país, pois irá afetar uma população de mais de 2 milhões de habitantes, e, teoricamente, pelo menos 200 mil pessoas poderão ficar sem os sinais de TV, já que portaria do governo admite que os sinais podem ser cortados com até 90% ou 93% dos lares aptos a receber a TV digital.

O ministro da C&T e Comunicações, Gilberto Kassab,  assina a portaria do desligamento das emissoras de TV, o que deverá ocorrer à meia-noite. A medida atinge a capital federal e nove cidades no entorno de Brasília.

O desligamento, para o ingresso dos sinais digitais e desocupação da frequência de 700 MHz, que foi vendida para as operadoras de celular ampliarem a sua oferta de 4G, está sendo anunciado porque a última pesquisa de opinião apurada pelo IBOPE apurou que foram atingidas 90% de residências aptas a receberem o sinal digital – pelo critério dos radiodifusores – ou 92% pelo critério das operadoras de celular.

PUBLICIDADE

A data para o desligamento seria no dia 26 de outubro, mas as emissoras comerciais acabaram se recusando a desligar os sinais porque não concordaram com o resultado da pesquisa e com o critério adotado pelo IBOPE e pela EAD (empresa criada pelas operadoras de celular para patrocinar a migração da TV analógica para a digital), conhecida hoje por “Seja Digital”, para provar a massificação dos sinais de TV nas residências brasilienses. A briga de conceitos não ficou resolvida até hoje.

O Gired, (grupo que decide essas questões por consenso) preferiu dar razão aos radiodifusores e no dia do suposto desligamento anunciou que a data teria sido “prorrogada” e que as emissoras iriam desligar cada uma no dia que lhe conviesse até a data limite de 17 de outubro. Para não ficar muito feio parecendo que houve somente o adiamento por pressão das emissoras, algumas TV públicas desligaram seus sinais antes dessa data.

As cidades de Goiás também afetadas são: Cristalina, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso, Cidade Ocidental, Novo Gama, Formosa, Águas Lindas de Goiás e Planaltina. (com assessoria de imprensa)

Anterior Cesta de pré-pago: Brasil tem minuto mais barato por ligação on net
Próximos Cisco vai ampliar portfolio de produtos fabricados localmente