Brasil terá 230,6 milhões de acessos móveis em 2023. Só 1% a mais


Embora os leilões de espectro para redes 5G estejam previstos para acontecer em 2020, pouco efeito terão para multiplicar a quantidade de acessos móveis no país até 2023. A 5G também vai roubar poucos clientes do LTE, conforme indicam projeções da empresa de pesquisa Ovum.

A consultoria calcula que o número de acessos móveis no Brasil vai crescer até 2023, quando serão 230,6 milhões. Tal penetração vai ser equivalente a 104,7%. O número é menos de 1% acima dos 228,8 milhões de acessos atualmente ativos no país. A projeção foi feita a pedido da organização 5G Americas.

PUBLICIDADE

Os dados mostram que, do total de acessos celulares no futuro, 82,16% serão em LTE (4G). Atualmente, o LTE representa 57% das assinaturas. O celular vai continuar a ser a porta de acesso à internet. Assinaturas de banda larga móvel terão penetração de 103,6%.

Anterior Vivo irá vender o smartphone P30 Pro, da Huawei
Próximos Jade desenvolve jogos para o tratamento de autismo