Brasil tem expectativa maior com a implementação do 5G, diz pesquisa


Crédito: Freepik
Para os brasileiros o melhor atributo da tecnologia é o aumento de velocidade.Crédito: Freepik

O Brasil tem expectativa maior com a implementação do 5G do que demais países latino-americanos. Pesquisa da Logicalis mostra que o 5G tem capacidade para solucionar os mais diversos tipos e problemas no mundo corporativo.

Segundo a empresa “o estudo realizado entre 255 executivos da América Latina, entre agosto e setembro de 2021, aponta que as expectativas para a implementação do 5G no Brasil são altas para médio prazo de três a cinco anos, com interesse médio e alto totalizando 76% no Brasil e 69% nos demais países, frente aos números equivalentes à possibilidade de adoção da tecnologia hoje de 40% e 49%, respectivamente”.

PUBLICIDADE

De acordo com a pesquisa, a principal característica do 5G para os brasileiros é a velocidade, enquanto que para outros povos como os hispano-americanos a novidade está no fato de que a nova tecnologia proporciona mais capacidade de conexão simultânea. Além dessas características, destacam-se também a menor latência e melhor controle on-line de operações.

A Logicalis informa que “O 5G é esperado como um impulso da internet das coisas, na medida que suas características de banda larga, latência e possibilidades de conexões massivas são aderentes com os casos de uso de negócios que vem sendo desenvolvidos no contexto de loT. Entre elas a gestão de monitoramento de sensores, veículos autônomos, comunicação de resposta rápida e serviços de elevada transmissão de dados, permitindo que as plataformas de loT, além de abranger soluções de mídia imersiva, telemedicina, digital supply chain façam isso em outros setores também”.

Sobre o estudo do loT Snapshot

O estudo investigou o mercado brasileiro e latino-americano para medir o nível de uso da internet das coisas. Teve como objetivo traçar um panorama que investigasse o uso da tecnologia nos países latino-americanos. A empresa promoveu a pesquisa no Brasil, e em outros países latino-americanos como Chile, Argentina, Colômbia e México.

Para chegar a um resultado, foram feitas entrevistas, que ocorrem entre setembro de 2021 com 255 executivos. Entre os executivos que participaram estavam 133 brasileiros, 40 colombianos, 29 mexicanos, 23 argentinos e 30 chilenos. Além desses, outros 10 executivos de diversos segmentos foram entrevistados. Todos de grandes empresas.

 

PUBLICIDADE
Anterior TIM quer comprar ISPs: detalhes da estratégia da tele em internet fixa
Próximos TIM e FS criam empresa de segurança em operações com PIX