Brasil TecPar adquire mais um ISP e amplia atuação no Centro-Oeste


Brasil TecPar consolida posição na região Centro-Oeste/Crédito: Divulgação
Brasil TecPar consolida posição na região Centro-Oeste/Crédito: Divulgação

A Brasil TecPar, dona das marcas Amigo Internet e Ávato, começou o ano de 2022 consolidando a sua presença e atuação no Mato Grosso do Sul, com a aquisição do provedor Ponto Com. Em outubro de 2021 a companhia unificou quatro provedores relevantes no Centro-Oeste: Evo Network, em Sinop; Primatec, em Primavera do Leste; TW Telecom, em Rondonópolis; e TJ Net, em Coxim. Soma-se agora o provedor Ponto Com, também da cidade de Coxim-MS, conhecida como o “Portal do Pantanal”.

A Brasil TecPar consolidou mais de quarenta provedores de diversos tamanhos, sotaques e localidades do nosso Brasil nos últimos cinco anos. A empresa está presente e mantém operações no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, atendendo e mantendo compromisso com mais de 300 mil clientes residenciais e corporativos.

PUBLICIDADE

“A aquisição do provedor Ponto Com, consolida o mercado de Internet em Coxim, amplia a oferta, melhora a disponibilidade dos serviços e o atendimento para o público residencial através da Amigo Internet e do mercado corporativo com a Ávato, fatores estes que respondem à oferta de valor da companhia e estão 100% alinhados com o plano traçado. Essa aquisição reflete a nossa estratégia, e é mais um importante passo em direção ao nosso objetivo maior”, relata o Chief Executive Officer (CEO) da Brasil TecPar Gustavo Stock.

O plano da Companhia é atender 1 milhão de serviços com excelência na melhor plataforma de consolidação do mercado nacional até o final de 2023. “As unificações das redes e tecnologias, a padronização dos sistemas e processos, somados ao treinamento e qualificação dos colaboradores promovem as melhorias necessárias para o crescimento orgânico da operação”, reforça e conclui Stock.(Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Os "remédios" sugeridos por Campelo para a venda da Oi móvel
Próximos Repasse de R$ 3,5 bi para internet nas escolas é regulamentado