Brasil encerra 2014 com 280,73 milhões de acessos móveis, 6,76 milhões 4G


O Brasil fechou dezembro de 2014 com 6,76 milhões de acessos móveis LTE (de quarta geração), o que representa um crescimento de 416,55% em relação a dezembro de 2013, quando havia 1,31 milhão de linhas ativas de 4G.

Somando os acessos de todas as tecnologias, o mercado nacional terminou o ano com 280,73 milhões de linhas ativas na telefonia móvel – um crescimento de 3,55% em relação a dezembro de 2013 – e teledensidade de 137,96 acessos por 100 habitantes. No décimo segundo mês de 2014, os acessos pré-pagos totalizavam 212,93 milhões (75,85% do total) e os pós-pagos 67,80 milhões (24,15%).

A quantidade e a participação percentual dos acessos 2G (GSM e CDMA) vêm sofrendo redução constante. Somadas, as duas tecnologias perderam 31% do mercado, terminando o ano com 121,4 milhões de acesso. O 3G continuou a crescer, cerca 48% nos 12 meses, atingindo 144,6 milhões de conexões, superando o 2G como principal tecnologia de acesso no país.

PUBLICIDADE

Competição
Quando o assunto é penetração de mercado, o cenário parece estático. Vivo, TIM, Claro e Oi, nesta ordem, apresentam as maiores fatias, cujas proporções pouco diminuíram. Elas possuem, respectivamente, 28,47%, 26,97%, 25,33%, e 18,14% do mercado.

Em número de usuários, todas ganharam clientes ao longo do ano. A Vivo contraiu 2,19 milhões de clientes entre janeiro e dezembro. A TIM conquistou 2,17 milhões. A Claro, 2,07 milhões. A Oi atraiu 482 mil usuários. Enquanto a Nextel recebeu 1,10 milhão de novos clientes, sendo, proporcionalmente, a empresa que mais ampliou sua base de usuários, que se multiplicou em 190%.

Anterior Oi demite mais 120 em Lisboa, segundo imprensa portuguesa
Próximos Aeroporto de Guarulhos deve expandir redes e Wi-Fi para terminais 1 e 2