Brasil desliga 1,7 milhão de celulares em um mês


A Anatel divulgou hoje,20, a base da telefonia móvel do mês de junho. E, pela primeira vez, este ano, cai o número de celulares em serviço no país. No mês de maio, eram 284,15 milhões de celulares ativos, e em junho, esse número caiu para 282,45 milhões. Somente Algar, Nextel e operadoras virtuais tiveram aumento de base.

Segundo a Anatel, o Brasil fechou o mês de junho de 2015 com 282,454 milhões de celulares, queda de 0,6% em relação a maio, quando a base de acessos móveis em serviço era de 284,154 milhões. Somente Algar, Nextel e as operadoras virtuais tiveram aumento de base. As grandes operadoras, Claro, Oi, TIM e Vivo perderam clientes de um mês para outro.

As pequenas operadoras, por terem base menor e contarem com a vantagem da tarifa de interconexão assimétrica podem fazer planos de voz mais agressivos. A base da Nextel chegou a 2,084 milhões de clientes em junho, contra 2,002 milhões em maio. A MVNO Datora está com 16,45 mil clientes, contra 15 mil de maio. A Porto Seguro tem agora 329,9 mil chips em serviço, contra os 310 mil de maio. E a Terapar, com 6 mil clientes, contra 5 mil de maio. A Algar, por sua vez, fechou o mês com 1,269 milhão de clientes, contra 1,264 milhão de maio.

A TIM foi a operadora que mais perdeu base em junho: 674 mil. Conta agora com 74,6 milhões de celulares em serviço, contra  75,274 de maio. Em seguida vem a Vivo, que perdeu 428 mil clientes, e sua base fechou junho com 82,655 milhões contra 83,083 de maio. A Claro desligou 396 mil celulares, ficando com a base de 71,202 milhões e a Oi, 307 mil perdas,  fechando o mês com 50,231 milhões de clientes.

PUBLICIDADE

Tecnologias

A Anatel divulga as tecnologias em serviço com defasagem em relação ao número de usuários. A base tecnológica divulgada hoje refere-se ao mês de maio, sem informação da tecnologia usada pela Porto Seguro.

A tecnologia 2G continua a perder rapidamente espaço, sendo subsitituída pelas tecnologias de dados 3G e 4g. Em maio, eram 161,9 milhões de celulares em 3G e 11,8 milhões em 4G (LTE). A base de 2G (GSM) somava 93,265 milhões.  Os chips M2M especial (com dedução de Fistel) já soma 1,96 milhão. Os chips M2M de máquina de cartão de crédito tiveram uma ligeira queda, passando de 8,96 milhões em maio para 8,83 em junho.

Anterior Receitas da Huawei crescem 30% no primeiro semestre
Próximos Dados corporativos móveis consomem média de 1,3GB mensalmente