PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Mercado DMI

Bolsa tem 7º alta seguida e dólar fecha em R$ 4,83

Ibovespa fecha com volume financeiro de US$ 27,9 bilhões, enquanto do dólar, depois de chegar a R$ 4,80, fechou o sétimo dia consecutivo de baixa.
Bolsa tem 7º alta seguida e dólar fecha em R$ 4,83- Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A Bolsa de São Paulo (Ibovespa) acumulou uma sétima alta seguida nesta quinta-feira, 24, subindo 1,25%, a 118.928,17 pontos, considerado o maior patamar de fechamento desde 1º de setembro do ano passado. O volume financeiro da sessão foi de US$ 27,9 bilhões. Enquanto do dólar, depois de chegar a R$ 4,80, fechou a R$ 4,8319, sétimo dia consecutivo de baixa.

O resultado em alta da Bolsa foi impulsionado pelo desempenho positivo em Wall Street – que levantou graças às ações da Nasdaq e dos fabricantes de chips – e sinais de que o Banco Central pretende encerrar o ciclo de alta de juros em maio, conforme declarou, hoje, Roberto Campos Netto, presidente do Banco Central.

A moeda americana chegou a atingir a mínima de R$ 4,7655. O dólar não operava abaixo de R$ 4,80 em um pregão desde o dia 13 de março de 2020, quando chegou a ser negociado a R$ 4,6445. Na véspera, o dólar fechou no menor patamar em dois anos.

O resultado em alta da Bolsa foi impulsionado pelo desempenho positivo em Wall Street – que levantou graças às ações da Nasdaq e dos fabricantes de chips – e sinais de que o Banco Central pretende encerrar o ciclo de alto de juros em maio, conforme declarou hoje Roberto Campos Netto, presidente do BC.

Vale e Magazine Luiza foram os principais destaques de contribuições positivas ao Ibovespa. As ações da varejistas disparavam 9,33%, a R$ 6,56.

Real segue tendência de valorização, com ajuda de commodities e diferencial de juros. Dólar chegou a ser cotado a R$ 4,7655

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS