BNDES lança edital para chamada pública de fundo de investimento multissetorial


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou nesta sexta-feira, 16, edital de chamada pública para seleção de Fundos de Investimento em Participação (FIPs). Essa é a primeira chamada pública realizada no âmbito da nova modalidade do BNDES de chamadas multissetoriais. O objetivo dessa nova chamada é apoiar o desenvolvimento do mercado de capitais por meio da seleção de até 12 FIPs nos próximos dois anos. Serão realizadas quatro chamadas públicas nesse período, e a BNDESPAR poderá investir até R$ 2 bilhões.

A criação da modalidade Chamada Pública Multissetorial foi anunciada pelo BNDES em abril deste ano, durante o Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (ABVCAP), no Rio de Janeiro. Nessa primeira chamada, a prioridade serão FIPs nas áreas de infraestrutura, base tecnológica, educação, saúde, economia criativa e fundo de fundos. Os gestores, entretanto, poderão enviar também propostas de fundos em outros setores ou, ainda, de fundos sem foco setorial específico.

PUBLICIDADE

A participação máxima da BNDESPAR no patrimônio comprometido de cada FIP selecionado será de 40% para fundos de venture capital e de 20% para fundos de private equity (incluindo fundos de fundos). No processo de seleção dos fundos, as propostas recebidas pelo BNDES serão avaliadas de acordo com critérios referentes à captação do fundo, histórico do gestor, qualidade da equipe, qualidade da proposta, governança, dentre outros.

Os gestores interessados em participar da chamada pública deverão enviar Carta Consulta e suas propostas ao BNDES em versão impressa e eletrônica até o dia 24 de junho próximo. Mais informações sobre o processo de seleção encontram-se disponíveis no Edital da Chamada Pública:http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Apoio_Financeiro/Renda_Variavel/BNDES_Fundos_Mutuos_Fechados/chamada_multissetorial_01.html

Anterior TCU rejeita recurso da Anatel e exige plano de qualidade dos serviços regulados
Próximos Zurich Seguros investe na gestão do canal web