BNDES e bancos estatais dos BRICS firmam acordo para adoção de blockchain


(Crédito: Shutterstock Gajus)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou memorando de entendimento (MoU) com os bancos de desenvolvimento dos países que compõem o bloco dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O objetivo, diz o BNDES, é impulsionar aplicações digitais com uso das tecnologias Distributed Ledger (DLT) e Blockchain.

Assinaram o acordo, além do banco de desenvolvimento do Brasil, o State Corporation Bank for Development and Foreign Economic Affairs (Vnesheconombank), da Rússia; o Export-Import Bank of India (Exim Bank), o China Development Bank (CDB) e o Development Bank of Southern Africa Limited (DBSA), da África do Sul.

Com validade de cinco anos, o acordo foi firmado durante a 10ª Cúpula do BRICS, em Joanesburgo, na África do Sul, entre os dias 25 e 26 últimos. Ele prevê a exploração de oportunidades em aplicações das tecnologias Distributed Ledger (DLT) e Blockchain, no financiamento de infraestrutura e em outros setores de interesse mútuo, possibilitando às instituições o aumento da transparência, accountability e rastreabilidade de seus recursos.

PUBLICIDADE

O BNDES foi representado, na ocasião, pelo chefe do seu Departamento de Captação, Leonardo Botelho. O memorando amplia a cooperação do BNDES com bancos de desenvolvimento no uso da tecnologia blockchain para aprimorar a transparência e a eficiência nos projetos financiados.

Em fevereiro, o BNDES iniciou parceria com o banco de desenvolvimento alemão KfW para maior controle do ciclo de vida das operações financeiras do Fundo Amazônia, por meio do aplicativo com tecnologia blockchain TruBudget. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Algar melhora índice de resolução no 1º contato
Próximos Nextel passa a oferecer rede 4G na Baixada Santista