Bernardo prevê mais investimentos das teles em qualidade


O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse nesta sexta-feira (28) que os regulamentos de gestão da qualidade da banda larga fixa e móvel, aprovados pela Anatel, vão beneficiar o consumidor e o mercado de telecomunicações em geral. “Na nossa avaliação, as novas regras vão exigir que as empresas façam investimentos para melhorar a qualidade do serviço prestado”, ressaltou.

O ministro também destacou a definição de alguns mecanismos para dar transparência à prestação do serviço, uma vez que os próprios usuários terão a possibilidade de medir a velocidade de sua conexão, por meio de um software que será fornecido gratuitamente pela prestadora. Já para fins de fiscalização, as medições serão realizadas por uma entidade que será criada pela Anatel e financiada pelas operadoras.

Os Regulamentos de Gestão da Qualidade do Serviço de Comunicação Multimídia, que começarão a valer em novembro de 2012, determinam que a velocidade instantânea mínima de conexão entregue pelas empresas deverá ser de 20% da velocidade contratada pelo cliente – a prática atual do mercado é garantir apenas 10%. Além disso, esse percentual aumentará para 30% e 40% nos anos seguintes.(Da redação, com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Dois meses depois, HP decide manter divisão de PCs
Próximos Motorola Mobility reduz prejuízo do 3º tri