Benefícios de carros conectados já influenciam compras, diz estudo.


Os benefícios oferecidos por carros conectados estão se tornando um fator importante na decisão de compra de um cliente. É o que indica um estudo da Ericsson e o AT&T Drive Studio,que demonstra a influência dos recursos e serviços de carros conectados nas decisões de clientes sobre a compra de veículos, no futuro.

De acordo com a pesquisa, metade dos motoristas que participaram do estudo mudaria para uma montadora concorrente para usufruir dos serviços de carros conectados. Já 72% dos entrevistados atrasariam a compra em um ano para adquirir um carro com serviços de carros conectados de sua marca preferida. Enquanto 67% dos motoristas norte-americanos indicaram que provavelmente ou definitivamente comprariam serviço de conectividade ou de Wi-Fi para seu carro se estivessem disponíveis.

O conhecimento dos clientes sobre serviços de carros conectados é alto, com seis recursos marcando 50% ou mais, como Assistência na Estrada (74%); Navegação e Tráfego em Tempo Real (72%); Partida Remota (71%); Streaming de Música (70%); Acompanhamento de Seguro com base nas atividades do usuário (52%) e Hot spot de Wi-Fi (50%).

Para a Ericsson, a pesquisa mostra que a sociedade está entrando em uma nova era de inovação em carros conectados, que irá integrar todos os aspectos da vida de uma pessoa, o que leva a companhia a trabalhar com o AT&T Drive Studio para fornecer a solução de carros conectados com base na nuvem. Além disso, a Ericsson pode usar sua presença internacional para implementar esses serviços globalmente.

“A corrida começou para que as montadoras comecem a competir, globalmente, por clientes através das soluções de carros conectados”, disse Chris Penrose, vice-presidente sênior de Emerging Devices da AT&T Mobility. “A plataforma AT&T Drive, feita em colaboração com a Ericsson e uma série de outros players no sistema, é o conjunto mais poderoso de soluções à disposição dos fabricantes de automóveis hoje”.

A pesquisa foi realizada com clientes propensos a comprar um carro nos próximos cinco anos nos Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Japão e China. O estudo foi efetuado pela Ipsos entre julho e agosto de 2014.(Com assessoria de imprensa)

Anterior Campanha presidencial bate recorde nas redes sociais
Próximos Telecom Italia confirma venda da Telecom Argentina