Nova tecnologia do Bell Labs aumenta velocidade na banda larga


O Bell Labs, a divisão de pesquisa da Alcatel-Lucent, bateu um novo recorde de velocidade de banda larga: 10 Gbps usando linhas telefônicas de cobre tradicionais e uma nova tecnologia que demonstra como as redes de acesso de cobre existentes podem ser utilizadas para prestar serviços simétricos de acesso à ultra banda larga de 1 Gbps.

Conseguir serviços “simétricos” de 1 Gbps – em que a largura de banda pode ser dividida para fornecer velocidades de upload e download simultâneos de 1 Gbps – é um grande avanço para a banda larga de cobre. Desse modo, as operadoras poderão fornecer velocidades de conexão à internet que são indistinguíveis dos serviços de fibra para residências. “Trata-se de um grande benefício comercial em locais onde a distribuição de novos cabos de fibra até as residências não é viável em termos físicos, econômicos ou estéticos. Em vez disso, a fibra pode ser levada até a calçada, parede ou porão de um edifício, enquanto a rede de cobre existente é utilizada para os metros finais”, diz a empresa, em comunicado.

PUBLICIDADE

Nova tecnologia

Nos testes, o Bell Labs usou uma nova tecnologia chamada XG-FAST. É uma extensão da tecnologia G.fast, isto é, um novo padrão de banda larga que está sendo finalizado pela UIT. Quando estiver comercialmente disponível em 2015, a G.fast utilizará uma faixa de frequência de 106 MHz para a transmissão de dados, gerando velocidades de banda larga de até 500 Mbps em uma distância de 100 metros. Em contraste, a XG-FAST usa uma faixa de frequência maior, de até 500 MHz, para alcançar velocidades mais altas em distâncias mais curtas. O Bell Labs obteve uma simetria de 1 Gbps em uma distância de 70 metros com apenas um par de cobre. Foram obtidos 10 Gbps em uma distância de 30 metros utilizando dois pares de linhas (uma técnica conhecida como “ligação”). Os dois testes usaram cabos de cobre padrão fornecidos por uma operadora europeia. (Fonte: assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior MiniCom divulga as condições para desligamento da TV analógica
Próximos Venda de ações do BES é suspensa em Lisboa