Base de TV paga de fevereiro regressa a 2014


A Anatel divulgou hoje, 30, a base de TV por assinatura do mês de fevereiro de 2016, que apresenta uma nova queda frente a janeiro e frente a todo o ano de 2015 ou de 2014. Conforme a agência, o mês fechou com  18,96 milhões de acessos, presente em 27,94% dos domicílios brasileiros. Somente no …

A Anatel divulgou hoje, 30, a base de TV por assinatura do mês de fevereiro de 2016, que apresenta uma nova queda frente a janeiro e frente a todo o ano de 2015 ou de 2014. Conforme a agência, o mês fechou com  18,96 milhões de acessos, presente em 27,94% dos domicílios brasileiros. Somente no início de 2014 é que o serviço de TV por assinatura estava abaixo dos 19 milhões de acessos em serviço, para o qual voltou a base do serviço. Em janeiro, havia 19,054 milhões de acessos.

A tecnologia via satélite – DTH – que tem o maior número de clientes, também foi a que teve a maior queda, passando de 11, 045 milhões de janeiro para 10,960 milhões em fevereiro de 2016. A TV a Cabo também teve uma pequena queda, enquanto as conexões por fibra õptica apresentaram uma ligeira alta, de 173,9 mil para 175, 6 mil acessos.

PUBLICIDADE

A Telefônica Vivo foi a única que não perdeu clientes, aumentando seu market share de 9,34% para 9,39%, para 1,78 milhões de clientes. Mas o grupo América Móvil continua a liderar com folga o mercado, com 9,859 milhões de clientes

PUBLICIDADE
Anterior Governo deve lançar consulta sobre política para Internet das Coisas em maio
Próximos Banda larga fixa cresce em fevereiro e chega a 25,5 milhões de conexões