Base de celulares em serviço recua a janeiro de 2015


A Anatel divulgou hoje, 25, a base de celulares ativos em julho deste ano, que somava 281, 45 milhões de acessos em serviço, um número inferior ao que existe em janeiro deste ano, quando eram de 281,7 milhões de acessos. Vivo, Oi, TIM, tiveram perdas de clientes em relação a junho deste ano. Algar, Claro, Nextel, Sercomtel e a MVNO Terapar tiveram aumento de base. Os celulares de quarta geração – LTE – continuam crescendo e já somam 14,650 milhões de acessos, contra 13,165 milhões de junho.

A Vivo fechou julho com 82,197 milhões de acessos, e participação no mercado total de 29,21%, contra 29,26% do mês anterior. A TIM está com 74,02 milhões de acessos e market share de 26,30%, contra 26,41% de junho. A Claro tem 71, 370 milhões de acessos, crescendo o market share para 25,36%, contra 25,21% do mês anterior. A Oi, por sua vez, tem 50, 02 milhões de celulares em serviço em julho, e participação de 17,78%, a mesma do mês anterior, embora tenha perdido pouco mais de 100 mil clientes.

A tecnologia de segunda geração está sendo rapidamente substituída pelos celulares 3G e 4G. Em janeiro eram 108,6 milhões de celulares de segunda geração no mercado brasileiro. Em julho esse número caiu para 88,7, ou seja já são 20 milhões de clientes que migraram paras as redes de dados 3G e 4G.

Os modens M2M que têm isenção fiscal também crescem mês a mês, já somando 2,356 milhões de unidades. E os  modens M2m tradicionais (aqueles usados para passar o cartão de crédito nas lojas) estão caindo: passaram de 7,714 milhões em junho para 7,554 em julho.

PUBLICIDADE
Anterior Rezende defende o WhatsApp e diz que teles devem se modernizar
Próximos Globo já cobra espectro para 4K