PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Banda larga

Banda larga fixa recua 2,5% em setembro com queda de 5% dos ISPs

Subnotificação das PPPs se reflete também nos acessos em fibra óptica e nas velocidades contratadas dos planos

Crédito: Freepik

Os acessos à internet em banda larga fixa caíram 2,5% em setembro em comparação ao mês anterior, com desempenho pior dos ISPs, que apresentaram queda de 5,1%, confirmando a subnotificação nesse segmento. Assim, as conexões ficaram em 42,8 milhões, 1,1 milhões a menos que as computadas em agosto

Entre as prestadoras de pequeno porte, os números da banda larga recuaram de 21,8 milhões para 20,6 milhões, enquanto as de grande porte subiram apenas 0,1% na passagem do mês de agosto para setembro, como mostram os números divulgados pela Anatel. A Claro continua líder em acessos, com 9,7 milhões de assinantes, seguida da Vivo, com 6,4 milhões. A Oi detém 5,1 milhões de conexões.

Entre as prestadoras de pequeno porte (PPPs), a liderança é da EB Fibra (Alloha Fibra) em setembro, com 1,2 milhão de contratos, seguida da Brisanet, com 1,03 milhão de conexões. A Algar tem 780,7 mil assinantes e a Desktop, que atua apenas em São Paulo, mais de 748,5 mil contratos.

Em função das subnotificações dos ISPs, o número de conexões e fibra óptica caiu, em setembro, para 29,8 milhões. E os acessos com velocidade acima de 34 Mbps recuaram para 36,9 milhões.

De acordo com os números apresentados pela Anatel, a maior queda no número de acessos em setembro foi verificada na região Sul, com recuo de 8,2%. Na região Nordeste a queda foi de 2,1%; na região Centro-Oeste, de 1,1% e 1% na região Sudeste.

Apenas na região Norte o resultado foi positivo em 0,9%.

Entre as PPPs, a queda de acessos em banda larga em setembro na região Sul chegou a 14,3% e 3% na região Nordeste. Os ISPs recuaram 2,5% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. E avançaram 2,1% na região Norte.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS