Banco digital BRB e Flamengo já tem 700 mil clientes


O Banco de Brasília (BRB), para se tornar nacional. conta seu presidente, Paulo Henrique Costa, sabia que precisava ter um banco digital que tivesse em seu DNA uma das principais características da internet: o engajamento. Foi firmada, então, a parceria com o Flamengo.

Paulo Henrique Costa – Presidente do BRB Crédito: Divulgação

 

O BRB passa por grandes mudanças, a exemplo do que ocorre no mercado financeiro brasileiro e mundial. Aos 54 anos, a instituição tinha a lógica de um banco local que, entre 2014 e 2018, viveu uma fase de estagnação. Ao tomar posse, em 2019, o governador Ibaneis Rocha escolheu como presidente do banco Paulo Henrique Costa e o desafiou a reverter o histórico e tornar o banco protagonista no Distrito Federal e no país.

Para se tornar nacional, conta Paulo Henrique, a instituição sabia que precisava ter um banco digital que tivesse em seu DNA uma das principais características da internet: o engajamento. Foi firmada, então, a parceria com o Flamengo, que se traduz em muito mais do que um mero patrocínio. Essa parceria já caminha para a abertura de uma subsidiária própria e, mesmo, no futuro, poderá abrir seu capital.

“Em 10 meses já temos mais de 740 mil contas no banco digital. Hoje, somos o banco digital que mais abre contas no país”, afirma Paulo Henrique Costa.

Leia a íntegra da entrevista no Digital Money Inform

Anterior OpenCDN e IX.br melhoram a internet de Manaus
Próximos 4G atende 95% da demanda da agricultura