Aumenta prejuízo líquido da Claro no terceiro trimestre


A Claro – que incorpora agora as operadoras NET, Embratel e Claro, do grupo mexicano América Móvil, aumentou seu prejuízo líquido no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2014 em 21,7%. O grupo registrou perdas de R$ 1,139 bilhão, contra R$ 936 milhões de resultado no vermelho do ano passado.

Nos nove primeiros meses do ano, a empresa registra prejuízo total (de janeiro a setembro) de R$ 3,22 bilhões, aumento de 970% em relação ao resultado de 2014, que registrava até então prejuízo de só R$ 301 milhões. No resultado proforma (adaptado à fusão das três empresas), o prejuízo dos nove meses foi menor, de 970,4% em relação a 2014.

No terceiro trimestre, o grupo apresentou receita líquida de R$ 8,414 bilhões; e EBITDA (fluxo de caixa)  de R$ 2,510 bilhões. Nos nove primeiro meses, a receita líquida chegou a R$ 25,165 bilhões, e EBITDA de R$ 7,464 bilhões. Comparados com os resultados proformas, o crescimento da receita líquida em relação ao terceiro trimestre de 2014 foi de 4,4% e dos nove primeiros meses, de 3,8%. E o EBITDA, de 12,9% e de 10,6% nos nove primeiros meses.

PUBLICIDADE

Conforme o fato relevante da empresa, “em 13 de outubro de 2015 foi aprovada pela Assembleia Geral Extraordinária a proposta de aumento do capital social da Companhia, de R$6.841 milhões para R$7.634 milhões, totalizando um aumento no capital social no montante de R$793 milhões, mediante a emissão de 18.288.796.002 novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, ao preço de emissão de R$0,04335988 por ação”.

PUBLICIDADE
Anterior Ligação da Telefônica para celular da Datora e Algar Telecom tem reajuste
Próximos América Móvil tem prejuízo no trimestre