AT&T não pretende vender ativos para ficar com Time Warner


 

antena-ceu-satelite-tv-paga-dish-sky-directv

A AT&T não pretende vender a TV a cabo CNN para conseguir a aprovação do Departamento de Justiça para a compra da Time Warner e mostra-se disposta a enfrentar o governo norte-americano nos tribunais, se não houver solução negociada. “Se entendermos que o litígio permite um melhor resultado, litigaremos”, disse hoje, 9, Randall Stephenson, CEO da AT&T, em Nova York.

A venda seria uma exigência do Departamento de Justiça para aprovar o negócio, que vem sendo desenvolvido desde 2016 e já foi aprovado por vários países, inclusive o Brasil. No lugar da CNN, o Departamento de Justiça teria sugerido a venda da DirectTV, com a qual também a AT&T não teria concordado.

PUBLICIDADE

Stephenson disse várias vezes nesta quinta-feira, após participar de uma conferência do New York Times, que uma combinação da AT&T com a Time Warner criará uma empresa de publicidade e dados cujos concorrentes serão os novos e mais importantes participantes do setor de mídia, como Amazon, Facebook, Netflix e Alphabet Google, e não outras empresas de telefonia celular. (Com noticiário internacional)

Anterior TIM entra para o TIP, projeto de inovação em infraestrutura de redes do Facebook
Próximos Satélite: Telebras estuda alternativas e pode até descartar parceiro privado