AT&T e DirecTV confirmam reavaliação de ativos na Venezuela


A AT&T e a recém adquirida DirecTV confirmaram hoje que vão reduzir em US$ 1,1 bilhão o valor dos ativos da operação de TV por assinatura na Venezuela. O movimento acontece devido à forte desvalorização da moeda local, que levou à adoção, por parte das companhias, da taxa Simadi – segundo a qual US$ 1 é equivalente a 197,7 bolívares. Até antes de junho, a taxa adotada era a Sicad, em que US$ 1 era igual a 12,8 bolívares. A conversão também deve alterar os resultados locais, fazendo com que a operação passe a registrar prejuízo em vez de lucro.

A AT&T concluiu a compra da DirecTV em julho, por US$ 49 bilhões. A fusão vai levar a uma reformulação dos resultados da companhia, antes segmentados em rede fixa e móvel. O próximo balanço será dividido em Soluções Corporativas, Serviços de Entretenimento e Internet, Mobilidade e Internacional. (Com agências internacionais)

PUBLICIDADE
Anterior Trocar Fust por títulos do governo, uma nova proposta para financiar a banda larga
Próximos Rio Verde recebe secretário-executivo do Minicom dia 19