Assinatura da telefonia fixa da Telefônica Vivo cai mais 0,65%


shutterstock_ LeventeGyori_telefonia_fixa_concessionaria_operadoras_qualidade_call_centerCom a cassação da liminar que permitiu à Telefônica Vivo não abater do cálculo de produtividade a contribuição CID-Funtell, o valor do plano básico de telefonia fixa da operadora terá, a partir de amanhã, redução de 0,65%. Esta redução se soma à aprovada em 2014 por ocasião da compra da GVT que foi de 21,6%.

Concessão e PGMU

Também na reunião de hoje (14) do conselho diretor da Anatel foi concedido mais 60 dias de prazo ao conselheiro Otávio Rodrigues para a elaboração de seu voto no processo de elaboração do novo PGMU e das novas regras da concessão de telefonia fixa.

PUBLICIDADE

O conselheiro pediu vistas do voto do conselheiro Rodrigo Zerbone em reunião anterior e hoje solicitou mais 60 dias de prazo para o seu pronunciamento.

Anterior Minicom pede à Anatel medidas para proteger usuários de banda larga fixa
Próximos Parceria da IBM Brasil e UFMG tem como foco a nanotecnologia