PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Satélite

Arsat vai utilizar SES-17 para ampliar conectividade na Argentina

O satélite geostacionário também auxiliará na cobertura de banda larga nas escolas públicas como parte do convênio que a empresa firmou com o Ministério da Educação

Crédito: Freepik

A Arsat fechou acordo com a SES para o uso de seu recém lançado SES-17 para ampliar a conectividade no território argentino. Com isso, a empresa pretende melhorar e estender o acesso a serviços de banda larga via satélite em todo o país ainda este ano.

Operando a 67° Oeste, o SES-17 conta com banda Ka de alto desempenho atualmente operando na região das Américas com cobertura total sobre o continente argentino. Os 200 feixes totalmente flexíveis do satélite também o tornam ideal para fornecer serviços de conectividade de qualidade em comunidades carentes em todo o país.

Matias Tombolini, presidente da Arsat, comemora o fato de que o acordo com a SES vai permitir que a empresa continue fornecendo serviços de banda larga de alto desempenho em todo país. Omar Trujillo, vice-presidente de Vendas de Redes para as Américas da SES, considera importante para a companhia participar de um projeto com impacto social positivo, conectando regiões carentes e não atendidas da Argentina, e conseguindo, com isso, ampliar a conectividade em todo o território. O acordo é plurianual.

A Arsat é uma empresa estatal argentina que detém direito exclusivo para operar e comercializar satélites geoestacionários na posição orbital em 81 graus oeste em banda KU cobrindo América do Norte e América do Sul e em banda C com cobertura hemisférica. Ela opera atualmente como um revendedor de capacidade de satélite para terceiros e também é responsável pela infraestrutura satelital e terrestre para o sistema de TV digital do país. Ela conta com dois satélites ativos, o Arsat 1 e Arsat 2.

No Brasil

Em dezembro de 2020, a SES  obteve autorização do órgão regulador brasileiro, a Anatel, para também iluminar o território brasileiro com esse satélite  geoestacionário. Ele é o maior equipamento já lançado pela empresa e opera em banda Ka, tendo 200 feixes direcionais de alta capacidade (HTS). O equipamento cobre Américas, de Norte a Sul, e parte do Oceano Atlântico.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS