Apple ganha ação em disputa pelo iTunes


A Apple ganhou julgamento antitruste nesta terça-feira (16), quando um júri norte-americano decidiu que a companhia não agiu de forma imprópria quando restringiu as compras de música para usuários do iPod ao iTunes, loja digital da companhia.  Os demandantes, um grupo de indivíduos e empresas que compraram iPods de 2006 a 2009, buscavam indenizações de cerca de US$ 350 milhões da Apple, alegando que a companhia bloqueou injustamente fabricantes de aparelhos concorrentes.

Conforme a lei norte-americana, uma empresa não pode ser considerada anticompetitiva se a alteração de um produto se der em benefício dos consumidores. E foi este argumento apresentado pela Apple. A Apple eventualmente introduziu uma atualização de software que restringiu o iPod às músicas compradas no iTunes. Os demandantes afirmam que isso desencorajou os donos de iPods de comprar aparelhos concorrentes.

PUBLICIDADE

A fabricante argumentou que a atualização de software pretendia melhorar a experiência do consumidor e que criava ferramentas desejáveis, incluindo filmes e auto-sincronização. ( com agências internacionais). 

PUBLICIDADE
Anterior Câmara aprova MP que mantém redução de imposto para smartphone e derruba canal de TV agropecuária
Próximos Venda da GVT e faixas de 1,8 GHZ da TIM e da Oi, na pauta da última reunião da Anatel do ano