Apple enfrenta baixa disponibilidade de chips para iPhone 12


A Apple enfrenta uma baixa disponibilidade de chips utilizados para gerenciar o consumo de energia da  linha de iPhone 12, lançado 13 de outubro, e de outros dispositivos. Segundo fontes da Bloomberg, que não quiseram se identificar, a falta dos chips pode afetar a capacidade da empresa de suprir as demandas das últimas versões dos aparelhos no fim de ano.

O crescimento da demanda de silício na fabricação de dispositivos e as inúmeras perturbações sofridas pela cadeia de produção devido ao Coronavírus são as principais causas para a falta de chips. Ainda assim, fontes afirmaram que os fornecedores devem priorizar a Apple e o iPhone 12 em detrimento de outros clientes.

PUBLICIDADE

Taiwan Semiconductor Manufacturing, principal produtor de chips da Apple, disse que smartphones 5G necessitam de 30% a 40% mais chips do que os 4G. Para o iPhone 12, gerenciamento de energia tem maior importância do que para seus antecessores, pois possui configurações de câmera adicionais, além de suportar o 5G.

Tim Cook, CEO da Apple, já havia relatado que a empresa passava por restrições no fornecimento para iPhone 12, Mac, iPad e alguns modelos de Apple Watch. Ele afirmou que a baixa disponibilidade de chips para os iPhones não são uma surpresa. Isso porque a empresa começou a aumentar a sua produção há pouco tempo. Cook ainda completou que não é possível prever quando essa situação irá acabar. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Equinix lança ponto de troca de tráfego no Rio de Janeiro
Próximos Santander recorre na Justiça para receber da Oi créditos pós-RJ