App da Anistia Internacional vai mapear tiroteios durante Olimpíadas


fogo cruzado anistia internacional

A Anistia Internacional lançou hoje, 05, o aplicativo Fogo Cruzado. O programa para smartphones Android e iOS faz o mapeamento colaborativo de tiroteios acontecidos na cidade do Rio de Janeiro. Qualquer cidadão pode acrescentar informações à plataforma.

A ONG diz que a ideia partiu do contato com pesquisas independentes, que demonstram altos índices de tiroteios da cidade. O jornal Voz da Comunidade, por exemplo, identificou tiroteios realizados por 100 dias seguidos no Complexo do Alemão em 2015.

PUBLICIDADE

“Uma ferramenta como o app Fogo Cruzado oferece um caminho seguro para expor a realidade a que as pessoas estão submetidas e a desproporcionalidade geográfica da violência no Rio. É mais uma maneira de pressionar as autoridades a adotarem políticas de segurança pública que respeitem os direitos humanos”, afirma Atila Roque, diretor executivo da Anistia Internacional no Brasil.

Os dados acumulados pelo Fogo Cruzado serão divulgados em mapas e análises abertos a consultas de autoridades, pesquisadores, imprensa e lideranças locais. Vai funcionar em modo de testes até dezembro de 2016 nas comunidades Jacarezinho, Manguinhos, Complexo da Maré, Complexo do Alemão, Acari, Cidade de Deus e Morro Agudo (Nova Iguaçu), com a perspectiva de ser aprimorado a partir das informações acumuladas nos primeiros seis meses de funcionamento.

Já existem ferramentas semelhantes, para fazer denúncias de tiroteios na cidade – como o aplicativo NósPorNós e o site Defezap. Mas, segundo os criadores, o objetivo do Fogo Cruzado é obter uma “fotografia” da violência armada na região metropolitana do Rio de Janeiro. (Com assessoria de imprensa)

Anterior ONU pede que todos os países tenham seu Marco Civil da Internet
Próximos UIT define padrão para TV HDR