PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Mercado

Após cobrança da B3, Oi diz que fará grupamento de ações

Diretoria da Oi vai elaborar plano de grupamento de ações, que deverá ser levado a cabo até 17 de fevereiro de 2023

Crédito: Freepik

A Oi vai propor o grupamento de ações a seus acionistas ainda em 2022 em razão de cobrança por parte da B3.

A empresa informou o fato em comunicado nesta segunda-feira, 29. A B3, bolsa de valores brasileira, questionou a tele a respeito do assunto, uma vez que os papeis da Oi são negociados desde 10 de fevereiro abaixo do piso regulamentar de R$ 1.

A Oi já tinha sido notificada, mas solicitou prazo adicional para adequar o preço de suas ações por acreditar que a conclusão da venda do controle da V.tal e da unidade móvel para Claro, TIM e Vivo resultaria em revalorização das ações.

A B3 concedeu. Mas novamente o tempo passou e o valor não se recuperou. No caso, os papeis continuaram abaixo de R$ 1 entre 1º de julho e 11 de agosto.

A bolsa então encaminhou ofício à Oi, solicitando que até 1º de setembro, próxima quinta-feira, a companhia apresente um cronograma e os procedimentos que vai adotar para “enquadrar a cotação de suas ações em valor igual ou superior a R$ 1,00”.

Além disso, a B3 estipula que a Oi realize os procedimentos até a data limite de 17 de fevereiro de 2023.

“Diante deste fato e em cumprimento ao determinado pela B3, a Companhia informa que será submetida ao Conselho de Administração da Companhia, proposta de grupamento de ações para deliberação dos acionistas em Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada e realizada ainda neste ano”, afirma a Oi.

O comunicado foi distribuído ao mercado pela diretora de finanças e de relações com investidores da Oi, Cristiane Barretto Sales.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado