PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Criptomoedas DMI

Aplicativos de cripto crescem 182% na AL

O Binance foi o aplicativo de criptomoedas mais baixado de 2021, seguido do Crypto.com., Coinbase, Trust e MetaMask.  
Aplicativos de cripto crescem 182% na AL- Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

Os aplicativos de criptomoedas apresentaram crescimento de 182% na América Latina no quarto trimestre de 2021, de acordo com pesquisa lançada pela Adust, plataforma de análise de marketing mobile, e Apptopia, provedor de inteligência de aplicativos.

O guia traz um panorama sobre o desempenho dos aplicativos de corretoras de criptomoedas, assim como as tendências no engajamento do usuário para esses apps, em comparação aos de negociação de ações. O material também oferece insights relevantes sobre como os apps de criptomoedas podem atrair e reter usuários com alto lifetime value (LTV).

De acordo com a pesquisa, o Binance foi o aplicativo de criptomoedas mais baixado de 2021 e, em seguida, o Crypto.com. Já o Coinbase, que foi o aplicativo mais baixado em 2020, ficou em terceiro lugar em 2021. O quarto e quinto lugares foram ocupados pelos apps Trust e MetaMask, respectivamente.

Para Guilherme Kapos, diretor de vendas da Adjust na América Latina,”o crescimento exponencial e uma base de usuários excepcionalmente engajados, além do alto lifetime value (LTV), fizeram com que os aplicativos se tornassem uma porta de entrada para a economia de criptomoedas.

Conforme a competição por usuários neste mercado aumenta, os apps de criptomoedas e de fintech também precisam maximizar seu trabalho de UA (User Acquisition), otimizar os gastos com anúncios e mensurar, com precisão, cada estágio da jornada do usuário”.

A taxa anual para instalações dos apps subiu em 400%. Os apps de moedas digitais registraram maiores métricas de engajamento do usuário em 2021, como duração da sessão, sessões por dia, taxa de retenção e stickiness ou aderência. Isso indica uma base mais engajada e com alta retenção.

A grande alta do mercado de criptomoedas está diretamente relacionada ao aumento nas instalações e sessões do usuário. O número de sessões aumentou em 63,4% de 2019 a 2020 (espelhando o crescimento nas instalações) e, logo em seguida, cresceu 567,4% em 2021.

A região registrou grande aumento durante o quarto trimestre de 2022. O mercado brasileiro também evoluiu e registrou um aumento de quase 1.000% no investimento em criptomoedas, de acordo com dados da Hashdax.

“Nossos dados mostram um aumento gigantesco na demanda por carteiras e corretoras de criptomoedas desde o ano passado. A expectativa é que os aplicativos de criptomoeda continuem crescendo junto com as moedas digitais”, conclui Adam Blacker, vice-presidente de Insights na Apptopia.

(Com assessoria)

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.