Ancine lança dois editais



A Ancine lançou na segunda-feira (18) os editais da edição 2012 do Prêmio Adicional de Renda (PAR) e do Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro (PAQ). As inscrições para os dois processos de seleção estão abertas até 2 de agosto. O PAR 2012 contemplará empresas brasileiras produtoras, distribuidoras e exibidoras de filmes nacionais com um valor total de R$ 6,4 milhões. Já o PAQ 2012 apoiará sete obras, cada uma com R$ 100 mil. Os dois editais estão disponíveis no portal da agência.

O objetivo do Prêmio Adicional de Renda, mecanismo de fomento direto criado em 2005, é estimular o diálogo da cinematografia nacional com o seu público, premiando as empresas de acordo com o desempenho comercial dos filmes brasileiros no mercado de salas de exibição. Longas como “Tropa de Elite”, “Se eu Fosse Você”, “Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei”,“Dois Filhos de Francisco”, “Santiago” e “Divã” já foram premiados em edições anteriores do PAR.

Os recursos devem ser obrigatoriamente aplicados no desenvolvimento de novos projetos, de acordo com o segmento de atuação da empresa contemplada. Na categoria PAR-Produção, as empresas deverão investir os recursos no desenvolvimento de projetos, na complementação de recursos para filmagem ou na finalização de longas-metragens; na categoria PAR-Distribuição, elas deverão investir em desenvolvimento de projetos, aquisição de direitos de distribuição (aporte na produção) ou comercialização de filmes de longa-metragem; na categoria PAR-Exibição, os recursos deverão ser utilizados em operações de infraestrutura, como automação de bilheteria, aquisição de equipamentos digitais, complementação de renda para abertura de novas salas e projetos de formação de público para o cinema brasileiro.

Para a participação de empresas produtoras e distribuidoras no PAR 2012, serão consideradas os filmes nacionais cujo lançamento no circuito comercial  tenha ocorrido 1º de dezembro de 2010 e 30 de novembro de 2011. Para as empresas exibidoras é necessário ter cumprido a Cota de Tela no ano de 2011 e será considerada a exibição entre o dia 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2011 de obras cinematográficas de longa-metragem brasileira cuja data de lançamento comercial no mercado de salas de exibição tenha ocorrido após 1º de julho de 2010. (da Assessoria de imprensa)

Anterior Alvarez quer compromisso das empresas com logística reversa
Próximos Everis cresceu 15% em 2011 no Brasil