Anatel: usuário não terá custo algum na mudança de tarifação por minuto


A afirmação está na página da Anatel, sobre a questão da tarifação por minuto, em processo de mudança desde 1º de março. As operadoras de telefonia têm até 31 de julho deste ano para fazer a mudança.  Em sua página, a agência esclarece as principais dúvidas a respeito desse assunto. No banner “Conversão Pulso/Minuto” o …

A afirmação está na página da Anatel, sobre a questão da tarifação por minuto, em processo de mudança desde 1º de março. As operadoras de telefonia têm até 31 de julho deste ano para fazer a mudança.

 Em sua página, a agência esclarece as principais dúvidas a respeito desse assunto. No banner “Conversão Pulso/Minuto” o usuário tem uma explicação geral sobre o que vem a ser essa tarifação, e um histórico do processo da conversão pulso/minuto.

A tarifação por minuto é uma forma de tarifação de ligações mais transparente e de fácil entendimento, já que o usuário poderá solicitar sua conta detalhada e saber exatamente o que está gastando. Para receber a conta desta forma, é necessário fazer o pedido à operadora. Como regra geral, o usuário que não fizer opção para planos tarifários alternativos será migrado para o plano básico em minutos. O porquê da mudança, qual a vantagem disso, e quais os prazos , são alguns dos questionamentos respondidos pela Anatel em sua página.

PUBLICIDADE

Para tirar suas dúvidas, clique em: www.anatel.gov.br

Anterior Concessão de radiodifusão, TV digital, conversão pulso/minuto. Semana agitada na Câmara.
Próximos Vivo lança código do consumidor em braile e audiolivro