Anatel só analisa outorga da Telebrás em 2011


A Telebrás ainda não tem licença para prestar o serviço de banda larga. Para isto, deu entrada na Anatel ao pedido de outorga do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM). A conselheira Emilia Ribeiro, sorteada para dar o parecer  ao pedido chegou a propor que ele fosse analisado em circuito deliberativo, para agilizar o processo.

 

Mas o conselho diretor preferiu dar o mesmo tratamento à estatal aos demais pedidos feitos pelas empresas privadas. Assim, o parecer da relatora só será analisado no próximo ano. A primeira reunião do conselho diretor está marcada para o dia 20 de janeiro. ( Da redação). 

PUBLICIDADE
Anterior Anatel propõe novas regras para EILD, bens reversíveis e telefonia fixa
Próximos Proposta prevê flexibilização de alienação de bens reversíveis