Anatel autoriza operação do sistema de satélites da Kepler Communications


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A Anatel conferiu o direito de exploração do sistema de satélites estrangeiro não geoestacionários à Kepler Communications  até 20 de janeiro de 2037. A empresa canadense deverá operar com até 175 satélites orbitando a aproximadamente 575 Km de altitude, sendo 140 operacionais e 35 sobressalentes. O plano de implementação foi dividido em três fases, sendo a primeira delas uma fase de demonstração, iniciada em 2018 com o lançamento dos primeiros satélites, e a última com conclusão prevista para 2023.

Estão previstos serem oferecidos dois serviços comerciais principais. O primeiro deles se dará na forma de um Serviço Fixo por Satélite para VSATs, utilizando para tanto a banda Ku. Comercialmente denominado Global Data Service, trata-se de serviço de armazenamento e encaminhamento (store and forward) de alta taxa de dados, que visa principalmente operadores que precisam transmitir/receber grandes quantidades de dados em áreas remotas não conectadas a servidores de internet (por exemplo, transportadores de cargas oceânica e navios de pesquisa), e não adequadamente atendidos por satélites tradicionais ou redes terrestres, priorizando, portanto, a taxa de transmissão e capacidade de transferência sobre a comunicação em tempo real.

PUBLICIDADE

O segundo serviço foi chamado, pela operadora, de everywhereloT, e deverá proporcionar conectividade com baixa taxa de dados para a conexão de dispositivos de internet das coisas, como por exemplo rastreadores GPS e sensores ambientais, utilizando as Bandas S e L. Os terminais deste serviço comunicam-se diretamente com os satélites Kepler, sendo que cada satélite poderá atender milhares de módulos IoT simultaneamente.

A operação do sistema não tem direito à proteção e não pode causar interferências prejudiciais nos sistemas não geoestacionários Globalstar e Iridium, já em operação nas bandas S e L.

PUBLICIDADE
Anterior Unifique fecha 2021 com alta de 59,4% no lucro líquido
Próximos Angola Cables implanta novo PoP em Miami