Anatel aprova ran sharing entre Nextel e Vivo, mas vai vigiar acordo por 2 anos


shutterstock_ jukurae_telefonia_movel_infraestrutura_telecom_antena_torre_celularO conselho diretor da Anatel aprovou hoje, 3, o acordo de compartilhamento de infraestrutura de celular da rede 3G – terceira geração – entre a Nextel e a Vivo em todo o Brasil. Esse acordo já havia sido aprovado pelo Cade (órgão antitruste) no mês passado.

A Anatel aprovou o compartilhamento, mas decidiu acompanhar de perto os resultados desse acordo para a população, por pelo menos dois anos, quando as duas operadoras terão que apresentar os efeitos desse acordo em todo o Brasil.

PUBLICIDADE

Segundo o relator do processo, conselheiro Rodrigo Zerbone, a principal preocupação da agência é que a Nextel pediu para a agência liberar esse compartilhamento para a comprovação das metas de cobertura estabelecidas no edital de venda de frequência.

Zerbone disse que a agência não quer que a Nextel  deixe de atuar em todo o país oferecendo efetivamente propostas competitivas, porque estaria usando o acordo de compartilhamento para atender às coberturas impostas pela licitação da frequência que empresa comprou em 2010.

Mas o conselho decidiu também que não poderia indicar quais seriam os métodos de comprovação prévia da Nextel para confirmar a sua presença nas cidades onde assumiu prestar o serviço. Assim, decidiu mandar a superintendência de competição acompanhar os resultados desse acordo bem de perto, para que, em dois anos, o esse ran sharing seja reavaliado pela agência.

PUBLICIDADE
Anterior Minoritários entram com queixa crime no MPF contra administradores da Oi
Próximos 2S leva Internet das Coisas para as Olimpíadas, em parceria com a Cisco