Anatel ainda não concluiu anuência a novos conselheiros da Oi


Juarez-Quadros-01O presidente da Anatel, Juarez Quadros, informou hoje (19), durante a Futurecom, em São Paulo, que a Superintendência de Competição ainda está em processo de análise dos nomes dos novos conselheiros indicados para o Conselho de Administração da Oi e que não há prazo para que o processo seja concluído. “É uma análise que tem que ser feita com cuidado pois é preciso ver se não há nenhum cruzamento societário”, disse ele, lembrando ainda que a situação é mais delicada já que a Oi encontra-se em processo de recuperação judicial. Até que a Anatel dê anuência prévia os novos conselheiros não podem assumir efetivamente suas funções.

Entre os novos conselheiros estão os indicados pela Société Generale, do empresário Nelson Tanure, e inclusive o próprio empresário. Depois de travar uma disputa ruidosa com a Pharol, ex-Portugal Telecom, maior acionista individual da Oi, a Société Generale acabou fazendo um acordo com ela para a composição do Conselho.

Quadro voltou a falar que a Anatel tem que se preparar para a eventualidade de ter que intervir na Oi, mas que este será o último recurso caso os acionistas não cheguem a um acordo. “Por ser sua função legal em função da Oi ser uma concessionária, a agência tem que estar preparada.” Recordou que a Anatel foi obrigada a fazer isso no passado, no caso da antiga CRT, devido a uma disputa entre sócios. Foi decretada uma intervenção de um ano que acabou solucionada em três meses. Mas era outro cenário: uma empresa de âmbito estadual e um caso muito mais simples.

PUBLICIDADE
Anterior Novas aplicações criarão demanda para os nove cabos submarinos que chegam ao Brasil até 2018, afirmam operadores
Próximos TIM vai transformar Live em provedor nacional de banda larga fixa "pelo ar"