American Towers compra todas as torres de celular da BR Towers


O banco GP Investimentos anunciou a venda, para seu concorrente, a American Towers, de 4,3 mil torres de  celular pelo preço de R$ 2,18 bilhão, cerca de 2,8 vezes sobre o capital investido em dólares, informam as agências de notícias.

A BR Towers foi criada pelo gestor nacional de investimentos há apenas um ano e meio,  e comprou inicialmente 2 mil torres da Telefônica/Vivo em setembro de 2012. Contava  com 4,3 mil torres. A American Towers, também no mercado brasileiro,  tem mais de 60 mil torres em todo o mundo, além de comprar infraestrutura das operadoras de celular constroi as suas próprias torres.

Os controladores da BR Towers que venderam integralmente a empresa são: o fundo GPCPV, o Bradesco e os donos da Sitesharing, empresa comprada pela BR Towers em 2013, além de um outro coinvestidor do GP, que detém 18,5% da empresa, mas o nome não foi divulgado.

PUBLICIDADE

Concessão

No Brasil, somente a infraestrutura de celular pode ser comprada por essas empresas terceirzadas, já que as demais torres fazem parte da reversibilidade dos bens das concessionárias. Além da American Towers, também está presente no Brasil a  estrangeira SBA, que comprou 2 mil torres da Oi por R$ 1,5 bilhão.

Anterior Quanto vale a troca de metas?
Próximos Idec testa a portabilidade e encontra dificuldades em todas as operadoras móveis