American Tower paga US$ 10 bilhões por empresa com 25 edge data centers


Credito: Freepik
Credito: Freepik

A companhia American Tower está aprofundando seu movimento de se tornar provedora de infraestrutura para redes móveis, inclusive operando de forma neutra data centers “edge”. O grupo anunciou ontem, 15, a compra da Coresite nos Estados Unidos, por US$ 10,1 bilhões (R$ 55,5 bilhões).

A Coresite tem 25 data centers e administra 32 mil interconexões nos EUA. Voltados à hospedagem de serviços de baixa latência, estes data centers edge ficam localizados mais perto da rede de acesso. A partir deles são executados serviços de funções de rede e aplicações voltadas aos consumidores finais das redes 5G. É concorrente da Equinix, embora de menor porte.

PUBLICIDADE

Segundo a American Tower, a transação vai criar uma plataforma de ativos imobiliários interconectados “posicionada para se beneficiar da convergência entre as redes cabeadas e as redes sem fio, neste momento de aceleração da implantação do 5G”.

A Coresite tem EBITDA anualizado de US$ 655 milhões. As empresas esperam concluir o negócio até o final deste ano.

O negócio desagradou investidores, que enxergaram preço elevado pago pelo ativo. O valor de mercado da ATC caiu 4,4% ontem após o anúncio, e não se recuperou nesta terça, 16.

PUBLICIDADE
Anterior Oi simplifica interação do usuário Com o mundo bancário
Próximos EUA vão investir US$ 65 bi em infraestrutura de banda larga