American Tower e PUC-Rio fecham parceria para implementar projetos IoT agro


Foto: Projetado pelo Freepik
Foto: Projetado pelo Freepik

A American Tower e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) anunciaram parceria para a implementação de projetos IoT, com foco no agronegócio. Com isso, a universidade se torna um dos Centros de Referência em IoT parceiros da American Tower.

A PUC-Rio está desenvolvendo o projeto-piloto “Campo Conectado”, no âmbito do programa “Pilotos IoT”, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O piloto teve início na Fazenda Macuco, localizada no município de Paranatinga, Mato Grosso. Ele visa à implementação de um sistema de gestão para o campo com adoção de tecnologias de precisão e irrigação com taxas variáveis.

PUBLICIDADE

Dispositivos inteligentes, como microestações climáticas e sensores de solo, coletam informações em campo, como variáveis de clima e solo. Em seguida, a solução envia as informações  à internet, disponibilizando dados para tomadas de decisão e automação do sistema de irrigação.

Para o projeto, a American Tower habilitou a cobertura por meio de uma estação LoRaWAN autônoma, alimentada por energia solar e transmissão via satélite. Além de autônoma, essa estação é também uma extensão da rede neutra IoT LoRaWAN da empresa. Ou seja, está integrada com a cobertura presente no restante do país.

Em outro caso de uso na mesma fazenda, serão transmitidas informações para a gestão de ativos e maquinário agrícola, com o objetivo de facilitar a logística. “A conectividade de backhaulvia satélite, permite que a solução seja implementada em áreas remotas, onde não existem outras formas de comunicação com a internet”, afirmou Daniel Laper, diretor de Novos Negócios e IoT da American Tower. Recentemente, a empresa chegou a cinco milhões de conexões em acordos firmados para os próximos cinco anos em sua rede neutra IoT. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Para conter avanço no Tik Tok, YouTube lança modalidade Shorts no Brasil
Próximos Globenet ativa clientes no cabo Malbec, que liga Brasil à Argentina