América Móvil vende a Claro Panamá


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A América Móvil, grupo mexicano dono da Claro no Brasil e demais países da América Latina, aceitou vender por US$ 200 milhões a unidade no Panamá para a Liberty Latin America e o governo local, donos no país da operadoras Cable & Wireless.

O negócio prevê a transferência de carteira de clientes e infraestrutura, exceto pelas torres móveis e a marca Claro. A venda ainda precisa passar pelo crivo do regulador e do órgão antitruste do país. A previsão de ambas as empresa é de que a transação seja concluída na primeira metade de 2022. A Claro Panama tem 760 mil assinantes de serviços celulares e receitas anuais de US$ 157 milhões.

Anterior Global Foundries e Qualcomm fazem parceria para atender demanda por chips 5G
Próximos União Europeia traça plano para reduzir dependência em semicondutores