AMD compra a Xilinx


AMD anunciou hoje, 27, que vai comprar a também fabricante de chips Xilinz. A transação será paga com troca de ações entre as empresas, em montante equivalente a US$35 bilhões. A previsão é que o negócio seja concluído até o fim de 2021, uma vez que precisa de aval de reguladores da concorrência nos Estados Unidos.

Com a compra, a AMD visa expandir o alcance de seus produtos e clientes em diversos mercados: data center, gaming, computadores, comunicações, automóveis, aeroespacial e defesa. Juntas, as empresas vão produzir CPUs, GPUs, FPGAs e SoCs.

PUBLICIDADE

A AMD declarou que espera atingir uma eficiência operacional de aproximadamente US$300 milhões em 18 meses e um crescimento imediato da margem, lucro por ação e o fluxo de caixa livre.

“Isso é verdadeiramente uma combinação convincente que irá criar valor significativo para todos os stakeholders, incluindo os acionistas do AMD  e Xilinx que irão se beneficiar do futuro crescimento e potencial de valorização das companhias combinadas”, afirmou o CEO e presidente da AMD Dr. Lisa Su. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Oi lança banda larga de 500 Mbps e plano móvel com acesso livre ao TikTok
Próximos Claro estima OpenRAN maduro em 2021, mas vê desafios de integração