Amazon também é investigada por sonegação de imposto pela Comissão Europeia


A Comissão Europeia decidiu abrir investigação para apurar possíveis vantagens fiscais ilegais concedidas a Amazon, empresa de varejo on line pelo governo de Luxemburgo, onde é a sede da empresa (e de diversas outras companhias de internet e telecomunicações).

“As autoridades nacionais não devem permitir que as empresas reduzam artificialmente seus impostos,  recorrendo a métodos de cálculo mais favoráveis”, afirmou o comissário responsável pela Concorrência, Joaquín Almunia, em comunicado.

A investigação irá apurar se as autoridades de Luxemburgo agiram dentro das regras ou se concordaram em dar subsídios disfarçados a empresa norte-americana. Esta mesma investigação foi aberta contra a Apple e o governo da Irlanda além da rede Starbucks na Holanda e o grupo Fiat também em Luxemburgo. (com agências internacionais).

PUBLICIDADE
Anterior Lucros da Samsung caem pela metade no trimestre
Próximos Slim quer vender mais ativos no México, além do já anunciado