Algar criará unidade voltada à “pós-consolidação” de ISPs


A Algar Telecom criará uma unidade de negócio voltada ao pós-consolidação de provedores regionais de internet. A unidade está encarregada de adaptar o ISP comprado ao padrão de qualidade da rede óptica e governança das operações da operadora mineira.

PUBLICIDADE

“A ideia de comprar rede óptica passa pelo critério de entender se é rede estruturada e de qualidade. Estamos criando uma business unit para ser o condutor do processo após a consolidação porque tem de tudo no mercado. A gente quer comprar e colocar a qualidade padrão Algar”, resumiu Luis Andrade Lima, diretor de operações e tecnologia da Algar Telecom.

O executivo participou nesta manhã de painel em evento promovido pelo site Teletime. Participaram ainda José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, Marcio Tiago, presidente da Sercomtel, e Mauro Fukuda, Diretor de Estratégia, Tecnologia e Arquitetura de Rede da Oi.

José Roberto, da Brisanet, previu que as consolidações de ISPs no interior do Brasil vão continuar por mais dois anos. Segundo ele, há cidades com 5 mil casas passadas que têm até sete provedores fazendo ofertas de baixo tíquete médio. A tendência, observou, é que esses mercados tenham três provedores, no máximo, em poucos anos.

A Brisanet é uma das empresas que se propõem a consolidar estes ISPs, o que deve acontecer principalmente por meio da Agility Telecom, sua marca voltada a franquias.

Como as demais, a Sercomtel também aposta na consolidação. A empresa do grupo Bordeaux está em processo de fusão com a Copel Telecom e a Horizons, no Paraná. Mas estuda compras em outros mercados, explicou Márcio Tiago.

“Existem provedores com qualidade de rede interessante. Obviamente tem que trazer a operação daquela empresa para um modelo de governança e qualidade equivalente ao nosso. Quando entramos com a governança, os cliente até topam pagar mais, porque tem cidade que nem tem atendimento 24×7, só horário comercial. Então em algumas cidades tem provedores que podem ser alvo de consolidação mais rapidamente e complementar a nossa estratégia de expansão orgânica e via redes neutras”, afirmou.

PUBLICIDADE
Anterior Fundo dos EUA, KKR, oferece US$ 12,2 bilhões pela Telecom Italia
Próximos Os planos de Algar, Brisanet e Sercomtel após o leilão 5G