Alcatel-Lucent foca em novas soluções para o mercado corporativo


A Alcatel-Lucent está anunciando novas versões de seu portfólio de soluções de comunicação para grandes empresas, com atualizações em voz, dados, comunicações unificadas e centrais de atendimento. Para colocar as novas funcionalidades no mercado brasileiro, a fabricante pretende atuar em duas frentes: por meio de parcerias com as operadoras (o primeiro acordo comercial foi firmado …

A Alcatel-Lucent está anunciando novas versões de seu portfólio de soluções de comunicação para grandes empresas, com atualizações em voz, dados, comunicações unificadas e centrais de atendimento. Para colocar as novas funcionalidades no mercado brasileiro, a fabricante pretende atuar em duas frentes: por meio de parcerias com as operadoras (o primeiro acordo comercial foi firmado com a GVT) e vendas diretas para grandes corporações.

Um dos produtos que compõem o portfólio é o OmniPCX Enterprise 9.0, com controlador SIP (Sesssion Initiation Protocol), que permite às operadoras expandirem seu atendimento sem a necessidade de construir novas redes. “Através do serviço gerenciado ao mercado, a operadora coloca uma parte da central dentro do cliente e uma parte dentro de seu datacenter, e chega ao cliente por meio de um tronco IP”, conta Eduardo Monteiro, diretor de Enterprise da Alcatel-Lucent, ao explicar as novas funcionalidades da solução OmniPCX Enterprise 9.0, com capacidade para atender até 100 mil usuários.

Outras inovações foram nos produtos OmniTouch Unified Communication Solutions, agora na versão 5.1, e OmniTouch 8600 My Instant Communicator, que são soluções que contribuem para melhorar a produtividade, com ferramentas personalizadas para os funcionários, e recursos de mobilidade. De acordo com a empresa, esses sistemas oferecem colaboração multimídia e multisessão, integração de dispositivos móveis e suporte a aplicativos de terceiros como o Microsoft Office Communicator, IBM Sametime e Lotus Notes.

PUBLICIDADE
Anterior BlackBerry e TIM focam na área jurídica
Próximos Controladora da BrT fixa prazo para transferir ações para a Oi