Ainda em entendimentos com TCU, Anatel desiste de prever data de publicação do edital da faixa de 700 MHz.


Anatel desistiu de prever quando o edital do leilão da faixa de 700 MHz será publicado. O presidente da agência, João Rezende, disse, nesta quinta-feira (31), que os debates com a área técnica do Tribunal de Contas da União se estenderão até a próxima semana e que o documento somente será tornado público quando houver amplo entendimento da proposta.

Segundo Rezende, quando forem concluídos os debates, será necessária a realização de um ajuste no cronograma do leilão. Ele disse, entretanto, que a licitação vai acontecer ainda em setembro. De acordo com o conselheiro Jarbas Valente, que tem participado dessas reuniões, o TCU ainda tem dúvidas sobre as premissas usadas para os cálculos dos valores.

PUBLICIDADE

Conforme antecipou o Tele.Síntese, o preço mínimo da frequência foi proposto em R$ 8 bilhões pela agência. Outros R$ 4 bilhões serão cobrados das empresas vencedoras para ações de limpeza da faixa e mitigação de interferências entre os serviços de banda larga 4G e TV digital. Ontem, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, confirmou o valor da frequência.

PUBLICIDADE
Anterior TelComp obtém liminar que suspende parte das obrigações do novo regulamento do consumidor
Próximos Telefónica vai à Justiça contra decisão do CADE sobre propriedade cruzada