Addi traz ao Brasil modelo “buy now, pay later”


Caio Ribeiro, diretor-geral da Addi no Brasil - Crédito: Divulgação
Caio Ribeiro, diretor-geral da Addi no Brasil – Crédito: Divulgação

Fundada em finais de 2018, a Addi recebeu, recentemente, aporte de US$ 65 milhões, liderado pela Union Saquare Ventures, e parte dos recursos foi utilizada para a expansão dos negócios no mercado brasileiro.

A novidade que a fintech trouxe ao Brasil é o modelo ‘buy now, pay later’, uma espécie de carnê digital que permite a compra parcelada sem cartão de crédito e sem juros. “O nosso diferencial para o e-commerce e para o consumidor é vender mais com a inclusão de uma população que não possui cartão de crédito ou tem um limite baixo, podendo parcelar suas compras em até três vezes sem juros”, explica Caio Ribeiro, diretor-geral da Addi no Brasil.

PUBLICIDADE

Leia reportagem completa no Digital Money Informe

Anterior Guedes se contrapõe a Faria e acha "oportuno" conexão de escola no leilão 5G
Próximos Brasil TecPar projeta receita de R$ 500 milhões para este ano