Ações da Oi voltam a subir, agora por confirmação de empréstimo da China


As ações da Oi  voltaram a subir hoje, 16, com valorização de mais de 8% no  período da manhã, devido à confirmação do empréstimo do banco Chinês,  China Development Bank (CDB), de US$ 1,2 bilhão (ou R$ 4,8 bilhões).

Os papeis estão subindo porque, deste montante, metade deverá ser usada para amortizar a dívida da empresa. Uma enorme parte da dívida da Oi está para vencer no próximo ano ( a dívida líquida é de mais de R$ 40 bilhões) e há quem comente no mercado que a primeira parcela não passa de março e a notícia confirmando a obtenção do empréstimo publicada hoje pela Folha de S. Paulo animou o mercado.

O CEO da Oi, Bayard Gontijo, esteve na China há quinze dias para amarrar o empréstimo. Metade dos recursos deverá ser gasta com equipamentos de telecom da fabricante chinesa, a Huwaei.

A informação do empréstimo já tinha sido publicada no último balanço da empresa.

PUBLICIDADE
Anterior MP que suspende desoneração de smartphones vai à sanção presidencial
Próximos Anatel não vota PGMU este ano e gastos com orelhões devem continuar