Ações caem após Twitter revelar estagnação da base de usuários


Twitter HQ_ Reception deskO Twitter publicou na noite de ontem, 10, os resultados financeiros para o quarto trimestre e para o ano de 2015. No período de 12 meses, a companhia teve receita de US$ 2,2 bilhões, aumento de 58% em relação a 2014. O resultado não foi suficiente para reverter o prejuízo da companhia, que persistiu. A perda foi de US$ 521 milhões, pouco menor que um ano antes, quando amargou prejuízo de US$ 577 milhões.

No quarto trimestre a rede social teve prejuízo líquido de US$ 90 milhões, melhor que o resultado negativo de US$ 125 milhões do mesmo período de 2014. As receitas cresceram para US$ 710 milhões no período (+48%). O faturamento no trimestre com publicidade foi de US$ 641 milhões, melhor 48% que um ano antes, impactada positivamente por aumento das visualizações de vídeos.

O balanço apresentado não agradou os investidores. Hoje, as ações da companhia caem 4,16% na bolsa de Nova York. O motivo seria a estagnação do número de usuários (320 milhões) em relação ao terceiro trimestre. Quando comparado a um ano antes, houve crescimento da base de 9%. Do total de usuários da rede, 80% usam os serviços pelo celular. Segundo a empresa, a audiência da rede foi de 800 milhões no quarto trimestre.

PUBLICIDADE

Na divulgação dos resultados o Twitter destacou a reestruturação que realizou nos últimos seis meses, que culminou com mudanças no comando da empresa. Com as mudanças, a companhia definiu cinco focos de trabalho em 2016: melhoria no serviço tradicional, streaming de vídeo ao vivo, atenção a criadores e influenciadores, segurança, e desenvolvedores. Tudo tendo como missão melhorar as interações ao vivo dos usuários.

A companhia afirma que neste ano fará mudanças no mix de produtos, além de alterações importantes no funcionamento de suas ferramentas para alavancar os negócios.

Anterior Índia atinge 1 bilhão de assinantes de celular
Próximos Cisco registra lucro de US$ 3,1 bilhões no trimestre