Acionistas aprovam aumento de remuneração dos conselheiros da Oi


Os acionistas da Oi aprovaram a proposta de elevar em 113,85% a remuneração dos 11 integrantes do conselho de administração. Estes poderão receber até R$ 14,6 milhões neste ano, conforme o desempenho da empresa. Segundo o novo Plano de Incentivo de Longo Prazo (ILP), que terá validade até 2021, esta remuneração seria alcançada com a emissão de ações. A proposta foi aprovada com 84,74% dos votos válidos.

Embora aprovado, os conselheiros se comprometeram na assembleia em prestar esclarecimentos sobre o ILP ao MP-RJ e ao juízo onde corre o plano de recuperação judicial da Oi antes de sua implementação. Eles afirmaram que a nova remuneração só será estabelecida após decisão judicial que a autorize. Caberá portanto ao juiz Fernando Viana, do TJ-RJ, dar a palavra final sobre o aumento dos ganhos do board da operadora.

PUBLICIDADE

No último dia 17 de abril o Ministério Público emitiu um parecer no qual recomendou que acionistas votassem contra o aumento da remuneração enquanto a companhia estiver em recuperação judicial – ou seja, até 2020. E afirmou que, caso a proposta fosse aprovada, iria analisar medidas cabíveis. O texto foi divulgado ontem pela Oi, após decisão judicial.

Também aprovaram

Os acionistas também aprovaram o plano de incentivo de longo prazo para os executivos da companhia, com 94,13% dos votos. Este prevê pagamentos R$ 44 milhões aos diretores estatutários. Também foram aprovados os outros itens da pauta das assembleias de hoje (ocorreram uma assembleia ordinária e uma extraordinária).

As contas de 2018, a destinação do resultado, a verba global da administração e os nomes dos integrantes do conselho fiscal foram aprovados. Bem como a reforma do estatuto social, a política de reposição de perdas da companhia e a ratificação dos atos praticados pela administração no âmbito da RJ.

Anterior Anatel abre consulta propondo destinar Banda L ao serviço móvel
Próximos Vivo lança banda larga por fibra em mais cinco cidades